O casamento é um evento digno de memória. As fotografias do nosso casamento são o fio de uma teia que junta imagens, recordações e emoções, que unem o nosso passado e o nosso presente, os nossos ascendentes e os nossos descendentes. As fotografias do nosso casamento recriam o ritual do casamento com os seus símbolos e cenas próprias, integrando-o numa narrativa visual que permite a todos quantos as veêm reviver esse ritual não como se fosse passado mas como sendo presente. Por outro lado, para além de integrarem as nossas memórias familiares, as fotografias do casamento também permitem a leitura histórica e cultural de uma época contribuindo enquanto património para a construção de verdadeiros lugares de memória. Estas são razões de sobra para valorizar a fotografia de casamento, e escolher uma profissional que faça o registo do vosso dia tendo sempre presente esta enorme responsabilidade.

Estes registos são parte da memória fotográfica do dia 18 de Junho de 2016, o dia de casamento da Nádia e do João no Hotel Estoril Palácio.

nadia-joao-mb_r2_c11PINIMAGEnadia-joao-mb_r3_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r4_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r5_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r6_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r7_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r8_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r9_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r10_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r11_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r12_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r13_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r14_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r15_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r16_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r17_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r18_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r19_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r20_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r21_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r22_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r23_c1PINIMAGEnadia-joao-mb_r24_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r1_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r2_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r3_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r4_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r5_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r6_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r7_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r8_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r9_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r10_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r11_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r12_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r13_c1PINIMAGE

nadia-joao-mb-2_r14_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r15_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r16_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r17_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r18_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r19_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r20_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r21_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r22_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r37_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r23_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r24_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r25_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r26_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r27_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r28_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r29_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r30_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r31_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r32_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r33_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r34_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r35_c1PINIMAGEnadia-joao-mb-2_r36_c1PINIMAGE

Famílias e crianças não assuntos fáceis de fotografar. Nunca foram. E famílias com muitas crianças pequenas mais difícil ainda. As birras, a fome e o sono, a desconfiança e a curiosidade, são variantes numa sessão de fotografia de família que podem tornar 2-3 horas de trabalho num verdadeiro desafio. Mas chegar ao fim com uma coleção de imagens deliciosas traz-me o alívio de mais uma missão cumprida. Venham de lá as famílias grandes!!

___________________________________________

Para reservar a sua sessão de família envie e-mail para casamentos@matildeberk.com ou ligue (+351) 969081950.

FAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r1_c1PINIMAGEFAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r2_c1PINIMAGEFAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r3_c1PINIMAGEFAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r4_c1PINIMAGEFAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r5_c1PINIMAGEFAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r6_c1PINIMAGE

FAM-VERA-DIOGO-by-MATILDEBERK-9310PINIMAGEFAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r7_c1PINIMAGEFAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r8_c1PINIMAGEFAM-SOARES-DOS-SANTOS-by-MATILDEBERK-3756_r9_c1PINIMAGE

Quatro de Julho de dois mil e quinze. Já lá vai um ano. Percorro de novo estas imagens e deixo-me embalar pela luz ténue da sacristia deste convento que data do século XVII. Estava serena e perfeitamente enquadrada. Aceitou a possibilidade de se preparar ali sem pensar duas vezes. Confesso que quando li o email em que me dizia “Matilde, visto-me na sacristia” o primeiro pensamento foi “a sério? mas…não há um hotel em Guimarães?!” e continuei a ler “É um espaço pequeno mas deslumbrante. Envio foto em anexo”. Deslizei a página para ver a fotografia. Lindo. Era de facto deslumbrante e foi sobretudo inspirador começar o dia neste cenário….

mberk-20150407_r1_c1PINIMAGEmberk-20150407_r2_c1PINIMAGEmberk-20150407_r3_c1PINIMAGEmberk-20150407_r4_c1PINIMAGEmberk-20150407_r5_c1PINIMAGEmberk-20150407_r6_c1PINIMAGEmberk-20150407_r7_c1PINIMAGEmberk-20150407_r8_c1PINIMAGEmberk-20150407_r9_c1PINIMAGEmberk-20150407_r10_c1PINIMAGEmberk-20150407_r11_c1PINIMAGEmberk-20150407_r12_c1PINIMAGEmberk-20150407_r13_c1PINIMAGEmberk-20150407_r14_c1PINIMAGEmberk-20150407_r15_c1PINIMAGEmberk-20150407_r16_c1PINIMAGEmberk-20150407_r17_c1PINIMAGEmberk-20150407_r18_c1PINIMAGEmberk-20150407_r19_c1PINIMAGEmberk-20150407_r20_c1PINIMAGEmberk-20150407_r21_c1PINIMAGEmberk-20150407_r22_c1PINIMAGEmberk-20150407_r23_c1PINIMAGEmberk-20150407_r24_c1PINIMAGEmberk-20150407_r25_c1PINIMAGEmberk-20150407_r26_c1PINIMAGEmberk-20150407_r27_c1PINIMAGEmberk-20150407_r28_c1PINIMAGEmberk-20150407_r29_c1PINIMAGEmberk-20150407_r30_c1PINIMAGEmberk-20150407_r31_c1PINIMAGEmberk-20150407_r32_c1PINIMAGEmberk-20150407_r33_c1PINIMAGEmberk-20150407_r34_c1PINIMAGEmberk-20150407_r35_c1PINIMAGEmberk-20150407_r36_c1PINIMAGEmberk-20150407_r37_c1PINIMAGEmberk-20150407_r38_c1PINIMAGEmberk-20150407_r39_c1PINIMAGEmberk-20150407_r40_c1PINIMAGE

A uma semana do casamento da Hold e do Nelson, deixo-vos algumas das minhas imagens favoritas da sessão fotográfica que fizemos antes do casamento. Volto a reforçar a importância desta sessão, em especial para todos os que se acham com falta de jeito, pouco fotogénicos ou até mais tímidos. Esta sessão vale pelo tempo dedicado à partilha do afecto e da cumplicidade que existe entre ambos, e pela bela coleção de imagens que fica para decorar as paredes lá de casa. 🙂 À Hold e ao Nelson, e a todos os meus noivos, desejo as maiores felicidades e uma vida cheia de memórias para revisitar sempre com a maior das ternuras. Que o sol do Alentejo seja luminoso e quentinho e venha abençoar mais um dia glorioso. Até sábado!!

matilde-berk-20160806_r1_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r2_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r3_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r4_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r5_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r6_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r7_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r8_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r10_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r11_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r12_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r13_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r14_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r15_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r16_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r17_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r18_c1PINIMAGEmatilde-berk-20160806_r19_c1PINIMAGE

2016 Junho 30. Ser fotógrafa de casamentos é para alguns muito mais do que aparecer no dia para tirar umas fotos. Estou nesse grupo. No grupo dos que olham para a fotografia de casamento com afeto e que tratam cada dia de casamento como se fosse o seu. Pessoalmente, entendo que fotografar famílias é entrar na intimidade daqueles que nos escolhem. É perceber, num só dia, o que os torna fortes, coesos, mas também, e em alguns casos, as suas fragilidades. O que os une e o que os divide. É vê-los crescer enquanto famílias e guardar esse momento para ser revisitado, mais tarde, com a mesma emoção, com um enorme carinho e sempre de sorriso nos lábios e coração cheio. Ou…ou não. É saber que os outros crescem e que nós crescemos com eles. Porque nós não guardamos só os momentos, nós também colecionamos as histórias de bastidores que suportam cada imagem, a emoção que as motivou em nós e que deu cor à existência que as leva a perdurarem no tempo. E crescemos com elas. Porque muito de nós está presente nestas imagens. Elas são resultado o das nossas vivências, do que somos enquanto pessoas e do olhar próximo, ou não, com que abordamos os outros.

Bárbara e Alexandre casaram no dia 08 de Março de 2014. Dois anos e meio depois encontramos-nos outra vez. Hoje o F. tem 3 anos e o Rodrigo nasceu entretanto. As famílias crescem e nós crescemos com elas.

matildeberk-maternity_r1_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r2_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r3_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r4_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r5_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r6_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r7_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r8_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r9_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r10_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r11_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r12_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r13_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r14_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r15_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r16_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r17_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r18_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r19_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r20_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r21_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r22_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r23_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r24_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r25_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r26_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r27_c1PINIMAGEmatildeberk-maternity_r28_c1PINIMAGE